Pular para o conteúdo principal

Qual a Diferença de Pensamento entre um Rico e um Pobre?


Você já se perguntou por que algumas pessoas enriquecem e outras nunca conseguem sair da pobreza?
Infelizmente não aprendemos na escola sobre como estruturar nossa vida financeira. Esse assunto é simplesmente ignorado apesar de ser muito importante para todos nós.

Vamos analisar aqui alguns pontos que diferem a linha de pensamento de pessoas ricas, dos da classe média, e dos pobres.

Primeiro, para o pobre há uma visão negativa que atrapalha o progresso. Isso se deve a uma visão religiosa que muitas vezes é inserida na mente das pessoas. O amor ao dinheiro é tratado como se fosse a raiz de todo o mal. A verdade é que o dinheiro é uma ferramenta muito poderosa. Para dominá-la precisamos estudar esse assunto. Aprender a investir e gerar mais renda.

As pessoas pobres e de classe média trabalham pelo dinheiro, lutam para economizar alguns trocados, e acreditam que se formando e trabalhando numa empresa vão enriquecer.

 As pessoas ricas fazem o dinheiro trabalhar para elas, aprendem como gerar novas receitas e sabem que trabalhar para os outros não enriquece ninguém.

Os pobres geralmente gastam todo seu dinheiro com um monte de coisas desnecessárias. Suas casas são, na maioria das vezes, cheias de objetos dos mais variados. Muitos deles não têm a menor utilidade, mas como eles acreditam que nunca terão condições de conseguir algo de maior valor, acabam se satisfazendo com bugigangas.

A classe média compra coisas que geram apenas mais despesas como, por exemplo: casas, carros, sítio, etc. Eles acreditam que estão investindo, mas na verdade, esses bens só geram mais despesas. Se eles não têm ainda condições financeiras bem favoráveis, vão acabar se endividando para o resto de suas vidas. Às vezes chegando a arranjar mais de um emprego apenas para pagar suas dívidas.

Os ricos, pelo contrário, investem o dinheiro em coisas que trarão mais renda. Para aprender isso eles gastam seu tempo estudando oportunidades e como ganhar mais dinheiro. Eles vivem também de acordo com suas possibilidades, sem extravagâncias acima de suas receitas.


Os pobres se veem muito presos ao passado, enquanto os ricos imaginam e sonham com um futuro melhor, buscando maneiras de conquistar seus objetivos.

Os ricos têm a mentalidade focada em se tornarem ricos. Eles trabalham continuamente para que esse objetivo se torne realidade. Nunca se contentam apenas com o emprego que têm. Eles pensam primeiro neles mesmos porque sabem que só assim poderão ajudar aos outros.

Os pobres trabalham apenas pelo salário, se contentando com o pouco que recebem. Reclamam dos patrões e querem aumento de salário, mas quase nunca lutam por um emprego melhor e nem investem parte do dinheiro que recebem. Geralmente gastam todo o salário para pagarem contas e se endividam continuamente, gastando mais do que recebem. Se conseguem um aumento de salário, aumentam também os seus gastos mensais, sem que nada sobre no fim do mês.

Uma mudança de mentalidade é o necessário para romper com esse padrão de pensamento que impede a pessoa de progredir. É preciso consertar a maneira de pensar e focar em alcançar seus objetivos.

As pessoas que se tornaram ricas não ficaram esperando que um milagre acontecesse e que a fortuna chegasse em suas mãos. Elas foram a luta. Estudaram finanças, investiram algum dinheiro, criaram o próprio negócio. Se você ficar sempre se sentindo inseguro e não arriscar, depois de pesquisar e estudar, nunca se tornará rico.


Tente se melhorar continuamente. Troque parte do seu tempo livre para tentar aprender algo. Procure livros bons e que te impulsionem a mudar seu pensamento e a buscar a melhoria de vida.

Se cerque de pessoas que buscam o mesmo objetivo que você. Com isso você terá mais um impulso para permanecer buscando atingir suas metas. Uma pessoa acaba encorajando e incentivando a outra.

Concentre-se em como ganhar mais. Estude, invista, busque. Sonhe com o futuro que você deseja alcançar. Só assim é possível quebrar o pensamento negativo e passar a enxergar as possibilidades positivas que se apresentam.

 Compartilhe seus pensamentos com os outros leitores logo abaixo.

Muito dinheiro e sucesso para você!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

5 Dicas para Sair do Aperto Financeiro

1 - Saiba para onde seu dinheiro está indo
Antes de começar a economizar o ideal é que você saiba com o que está gastando seu dinheiro. Anote tudo o que você gastou neste mês. Faça uma divisão de categorias onde seu dinheiro está indo. Anote também separadamente as dívidas que ainda vão levar algum tempo para serem quitadas.

2 - Reduza ou quite sua dívida com o cartão de crédito
O cartão de crédito traz uma grande facilidade para quem o utiliza, sem sombra de dúvidas. Em alguns casos, entretanto, pode causar também uma grande dor de cabeça. Se você consegue utilizá-lo sem perder o controle, tudo bem, mas se não, tente quitar o quanto antes sua dívida e livre-se dele. Muitas vezes perdemos o controle por não termos noção de quanto já gastamos naquele mês.
Exagerar nas compras parceladas também é outro erro. Você compra algo e o divide em 12 vezes. Ao terminar de pagar você, muitas vezes nem se importa mais tanto com aquilo que comprou.

3 - Planeje seus gastos
Se você tem o sonho de compr…

4 Ideias Negativas Sobre Dinheiro que Devemos Repensar

Ouvimos muita coisa negativa sobre dinheiro que acabamos tomando como verdade. Infelizmente isso acaba nos fazendo muitas vezes desanimar e nos impede de buscarmos nossas realizações.

O dinheiro foi muito estigmatizado e é usado muitas vezes de maneira errada. Listo aqui algumas ideias para que possamos repensar:

1 - O dinheiro é a raiz de todos os males
A Bíblia diz que o amor ao dinheiro é a raiz de todo o mal. Mas isso não significa que o dinheiro em si é algo ruim.

Tudo depende de como você emprega o dinheiro. Ele é apenas uma ferramenta que pode ser usada tanto para o bem quanto para o mal.

Se você gasta o seu dinheiro em coisas negativas ou prejudiciais para você ou para outras pessoas, então ele não está sendo convertido em nada de bom. Mas por exemplo, se você o utiliza para comprar coisas que satisfaçam suas necessidades ou da sua família como, por exemplo: casa, alimento, roupas, etc, então ele está cumprindo uma função altamente positiva.

Lembre-se que tudo varia de acordo …

Como Mudar Um Hábito

Talvez você esteja agora em um ponto da vida em que não se sente satisfeito com a situação em que você se encontra. Isso é muito comum. Faz parte do sentimento humano essa sensação de inquietude.

Saiba que muitas vezes acabamos nos adequando a uma rotina e nos prendendo a ela, mesmo quando estamos em uma situação desconfortável. Somente quando a situação se torna insustentável é que tomamos alguma atitude para mudar as coisas.

Agora, se você pretende tomar uma atitude que mude sua vida basta mudar um único hábito. Acredite, quando você altera um hábito ruim e o substitui por um positivo se torna mais provável que você mude muito mais de sua rotina.

De acordo com o livro: O Poder do Hábito de Charles Duhigg, nossas atitudes são reforçadas pelas recompensas que nos damos ao fazer alguma atividade. Nossas ações são determinadas por um ciclo:

Gatilho  --->   Ação   --->  Recompensa
Algo nos impulsiona ou nos lembra a ação a ser realizada. Realizamos a ação. Depois recebemos alguma r…